Aplicativos Windows em Perl

Então você quer escrever um programa em Perl que rode no Windows. Há diversas razões para isso. Mas a mais básica é querer entregar a alguém um programa que rode sem que haja necessidade de se expor a complexidade que a instalação do ambiente Perl poderia requerer.

Vou assumir que você tenha um conhecimento básico de Perl, e que tenha instalada, no seu computador, no mínimo a versão 5.16 do Strawberry Perl.

Toda a mágica é feita pelo módulo PAR::Packer, que instala um programa chamado pp no diretório de executáveis do Strawberry. Ele funciona empacotando o interpretador Perl e todos os módulos que o seu programa precisar.

O pacote PAR::Packer pode ser um tanto traiçoeiro para instalar. O artigo Packing Perl into a standalone executable mostra diversos métodos, erros e acertos para instalação do pacote. Eu vou mostrar o que funcionou para mim, que foi a instalação através do CPAN.

A instalação do pacote é simples pelo CPAN. Execute o cpan na linha de comando e inicie a instação:

E é isso. Se houver problemas, o artigo que indiquei acima pode ajudar. Ou grite nos comentários e eu ajudo conforme eu puder.

O processo de compilação é simples. Vamos escrever um programa mínimo bem simples para usarmos como teste.

Esse é um programa mínimo, e se o processo não funcionar com ele, provavelmente não vai funcionar com nada mais complexo. Vamos chamá-lo de hello.pl.

A compilação é tão simples quanto:

Depois disso será criado o arquivo hello.exe, que deve dar o mesmo resultado que o script ao ser chamado na linha de comando.

Agora vamos tentar um exemplo um pouco mais complexo, com uma GUI mínima.

Aqui usamos o módulo Prima que facilita a criação de interfaces gráficas em diversas plataformas. Se chamarmos este arquivo de hello_prima.pl, podemos criar o executável com o comando abaixo:

Execute o arquivo hello_prima.exe e você vai ver a janela abrindo. No entanto, também vai perceber que ele fica ligado à janela de prompt. Para que o programa seja desconectado do prompt, é necessário usar o parâmetro –gui junto ao pp.

Este artigo explica apenas o mínimo que se deve saber para criar executáveis Windows com o Perl. Se quiser se aprofundar mais, é essencial estudar as páginas dos módulos que são a primeira fonte de informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">